Jezabel, a mulher má - Mensagem evangélica da palavra de Deus

Todos nós lutamos dia após dia para sermos pessoas melhores. Muitos de nós nos empenhamos bastante para que possamos ser pessoas segundo o maravilhoso coração do nosso Deus. 
Uma forma muito excelente para que possamos nos desenvolver cada vez mais na santidade e nos caminhos do Senhor é observarmos com detalhes os bons exemplos que os abençoados homens e mulheres da bíblia nos deixaram. Tais exemplos nós devemos observar, estudar e, com muita fé e perseverança, tentar ao máximo seguir os mesmos caminhos a atitudes que eles um dia tomaram.   
Por outro lado, existe outra forma que também podemos utilizar para o nosso aprendizado: é prestarmos bastante atenção nos muitos exemplos negativos que não devemos seguir de jeito nenhum. 
Hoje, vamos fazer um pequeno resumo da história daquela mulher que é tida como a mulher mais terrível de toda a escritura sagrada. Hoje vamos comentar de um dos maiores exemplos negativos de toda a bíblia. Nessa mensagem vamos comentar sobre a terrível Jezabel. Creio que todos já conhecem essa mulher que era temida e conhecida pela sua maldade e crueldade. Jezabel, definitivamente, era uma mulher que não cria e nem andava nos caminhos de Deus. 
Jezabel nasceu em uma família de infiéis. Ela fazia parte do povo Sidônio também conhecido como povo Fenício. Esse povo era conhecidamente idólatra. Eles adoravam a deusa Astarote, também conhecida como a “Rainha dos Céus”. Tal deusa era a imagem de uma mulher.
Todos nós já sabemos muito bem que uma casa onde o Senhor não é Deus e Soberano de tudo e de todos essa casa é uma casa maldita. Diante desse quadro, fica muito claro que esse era o caso de Jezabel. Ela, devido ao modo de viver dela, era amaldiçoada. 
Tal maldição, como todas as outras é originada não porque alguém fez isso ou faz aquilo, a maldição cai naturalmente sobre a vida de qualquer pessoa que se afasta de Deus e dos caminhos dEle. 
Os homens e mulheres são abençoados quando eles andam na presença e nos caminhos de Deus. Quando nós nos afastamos do abençoador, nos aproximamos do maldito. À medida que o homem e a mulher se  distanciam de Deus eles vão chegando cada vez mais perto dos braços do diabo. 
Esse era o triste estado de Jezabel. Uma mulher maldita. E completamente tomada pela malignidade. 
O curioso é que coisa ruim atrai coisa ruim. Ela casou-se com quem? Com o rei Acabe que era outro idólatra. Acabe era um homem fraco, mimado, covarde e que, constantemente apoiava e contava com a frieza e malvadeza de Jezabel.  Ambos não acreditavam e não respeitava o Deus vivo e todo poderoso. 
Juntos eles fizeram muitas coisas que desagradaram ao nosso Deus, mas vamos aqui, destacar mais a participação bastante ativa de Jezabel.
Jezabel era má, arrogante, auto-suficiente, injusta, fria, calculista e mentirosa. Ela não respeitava a Deus, os homens de Deus, as propriedades e muito menos a vida das pessoas. 
Jezabel era autoritária, ela gostava de tomar as rédeas e impor a vontade dela, principalmente no casamento e em tudo que era relacionado com a espiritualidade. Prova disso foi o massacre dos homens de Deus que ela mandou executar e a grande influência negativa que ela exerceu sobre o fraco rei Acabe. 
A influência de Jezabel na casa dela era tamanha que ao ver que o mimado e injusto rei estava abatido por não haver conseguido algo que ele desejava muito, ela tomou as rédeas da situação e, com a maldade que lhe era característica, ela planejou de maneira fria e calculista a morte de um homem somente para tomar-lhe a propriedade. 
Esse era o comportamento dela. Era um comportamento que transbordava arrogância, egoísmo, incredulidade e malignidade. Quando ela deveria orientar o marido no sentido de que ele deveria ser forte e assumir a posição dele de homem da casa, de que ele tinha que respeitar as pessoas, que ele tinha que ser justo e honesto, de que ele tinha que ser homem de verdade, o que ela fazia? 
Tudo ao contrário. Ela alimentava e fazia crescer cada vez mais o mal tanto no coração dela quanto no coração deficiente do rei. Tudo isso está escrito no livro 1 Reis capitulo de 16 a 21, e 2 Reis capítulo 9. 
Esse exemplo é muito importante para as nossas famílias. Quantas mulheres modernas não agem do mesmo jeito. Quantas esposas deixam de usar a sabedoria que Deus lhe deu e deixam de ajudar os seus filhos, filhas e maridos a serem filhos, filhas e homens melhores. 
Quando o Senhor disse que a mulher deveria ser submissa ao homem de maneira nenhuma ele disse que a mulher deveria se anular, ser uma pessoa sem palavras e nem opiniões, e sim, que a mulher deveria ser humilde, sábia de bom  trato e dócil. 
A mulher de Deus deve ser uma pessoa calma, ponderada. É claro que isso se aplica também ao homem, mas essas são grandes características naturais que realçam, e muito, a beleza natural de uma mulher. 
A prova disso é o grande e fantástico exemplo de sabedoria e docilidade que Abigail teve junto ao grande Rei Davi. A atitude e as palavras que Abigail teve naquele momento de crise foram tamanhas que aquilo impressionou bastante o Rei Davi a ponto dele, mais tarde, fazer de Abigail uma de suas esposas.
É por isso que a palavra de Deus nos orienta: 
A língua branda quebranta os ossos. - Provérbios 25:15 
A submissão, a sabedoria, a docilidade das palavras de uma mulher de Deus têm a força e o poder para transformar o mais duro e bruto dos corações num coração transformado, amável e cheio de sabedoria. 
Era justamente o que Jezabel não fazia. Ela não tinha sabedoria, docilidade, humildade e muito menos temor e respeito o nosso Deus todo poderoso. Também como poderia ela ter tais coisas já que essas virtudes são exclusividade do Espírito Santo de Deus.
O resultado disso é que ela, a vida dela e a família dela, sem as bênçãos de Deus e sem a presença do Espírito Santo de Deus, estavam completamente nas mãos do inimigo e das obras dele. Eles viviam uma vida de maldição e de malignidade. E como já deve ser do conhecimento de todos tanto ela quanto os filhos dela tiveram um fim muito ruim. O rei Acabe só teve um fim diferente porque ele se arrependeu e se humilhou na presença de Deus. 
Esse é o preço a pagar quando o homem e mulher fazem a opção de viver uma vida longe de Deus. Por isso, não devemos ter dúvidas a respeito disso: se desejamos para nós uma vida, uma carreira profissional, um relacionamento e uma família abençoada, não podemos de modo nenhum viver longe da companhia e dos caminhos do nosso Deus de amor. 
Fique na paz do Senhor Jesus Cristo

MENSAGENS DE ANIVERSÁRIO

USE O PODER DA SUA FÉ EM DEUS

RECEBA, GRÁTIS, MENSAGENS NO SEU E-MAIL

NÃO ENCONTROU? PESQUISE AQUI

Carregando...

JUNTE-SE A NÓS NO G+

SIGA-NOS E RECEBA AS NOSSAS ORAÇÕES

Arquivo do blog