Mensagens de fé - Nada pode nos separar do amor de Deus

Passaram à outra margem do lago, ao território dos gerasenos.
Assim que saíram da barca, um homem possesso do espírito imundo saiu do cemitério
onde tinha seu refúgio e veio-lhe ao encontro. Não podiam atá-lo nem com cadeia, mesmo nos sepulcros,
pois tinha sido ligado muitas vezes com grilhões e cadeias, mas os despedaçara e ninguém o podia subjugar.
Sempre, dia e noite, andava pelos sepulcros e nos montes, gritando e ferindo-se com pedras.
Vendo Jesus de longe, correu e prostrou-se diante dele, gritando em alta voz:
Que queres de mim, Jesus, Filho do Deus Altíssimo?Conjuro-te por Deus, que não me atormentes.
É que Jesus lhe dizia: Espírito imundo, sai deste homem!
Perguntou-lhe Jesus: Qual é o teu nome? Respondeu-lhe: Legião é o meu nome, porque somos muitos.
E pediam-lhe com instância que não os lançasse fora daquela região.
Ora, uma grande manada de porcos andava pastando ali junto do monte.
E os espíritos suplicavam-lhe: Manda-nos para os porcos, para entrarmos neles.
Jesus lhos permitiu. Então os espíritos imundos, tendo saído, entraram nos porcos; e a manada, de uns dois mil, precipitou-se no mar, afogando-se. – Marcos 5: 1 a 13

Na mensagem de hoje vamos olhar essa passagem com outro olhar. Vamos tentar olhar essa impressionante passagem sobre o olhar daquele homem que estava possesso.

Uma das melhores coisas que nós temos nessa vida é a nossa liberdade. Triste coisa é alguém ser privado de ir e vir. Horrível situação é alguém estar preso em qualquer circunstância ou lugar.

Quando alguém está encarcerado essa pessoa, de certa forma, ela não  encontra-se somente encarcerada numa cela, ela está também presa dentro dela mesma. A pessoa não faz nada, não vê outras pessoas, não produz, não trabalha, não vende, não compra e dessa forma podemos até dizer que essa pessoa não vive. Essa pessoa na verdade leva uma vida incompleta. Ela sobrevive.

Esse era o caso desse homem da parábola. Ele estava afastado da família dele, ele vivia isolado, ele não trabalhava, ele não tinha vontade própria, ele vivia vagando dia e noite pelo cemitério da cidade. Esse homem estava possesso pelo demônio. Esse homem estava completamente tomado pelo inimigo de Deus.

Pode existir coisa pior do que estar preso pelo demônio?

Sim, pode existir coisa bem pior. Qual?

Algo muito pior do que isso é alguém estar preso por mais de 1000 demônios. Exatamente! Esse era o caso do homem da palavra que acabamos de ler. Esse homem estava possesso, estava tomado, estava preso, no mínimo, por mais de 1000 demônios. Dá para imaginar isso?

Pois é! Esse homem não tinha paz, não tinha saúde, não tinha liberdade, não tinha perspectiva. Entretanto, apesar de tanto sofrimento uma coisa ele ainda não havia perdido: a esperança dele. Como assim?

Perfeitamente! Esse homem, mesmo passando por situações tão difíceis, ele ainda esperava e desejava uma oportunidade para se ver livre de todo aquele sofrimento. Ele assim como eu e você, quando estamos sofrendo, nós queremos viver dias melhores. Essa era a situação. O homem, mesmo encarcerado, jamais desistiu e nem parou de lutar pela liberdade dele. Ele resistiu e lutou bravamente pela libertação física e espiritual dele.

Foi nessa perseverante esperança que ele, em meio aos grandes sofrimentos que ele passava dia e noite, Impelido pelo Espírito Santo de Deus ele observou ao longe a chegada do Salvador, ele observou de longe a chegada do Grande Libertador, O Senhor Jesus Cristo. Amém! Glórias a Deus!

Assim que aquele homem viu o Senhor Jesus ele logo saiu correndo e abandonou-se na presença do Senhor Jesus. Sabe por que Ele fez isso?

Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo. - 1 João 3:8

Não importa o tamanho, a profundidade, a largura e nem o cumprimento do ataque do maligno na nossa vida ou na nossa família, jamais devemos perder as esperanças e desistir. O que temos que ter em mente, o que temos que crer de uma vez por todas é que o nosso Senhor Jesus Cristo é o único que realmente tem o poder e força para desfazer todas as obras do diabo.

E foram ter com Jesus, e viram o endemoninhado, o que tivera a legião, assentado, vestido e em perfeito juízo, e temeram.
E os que aquilo tinham visto contaram-lhes o que acontecera ao endemoninhado, e acerca dos porcos.
E começaram a rogar-lhe que saísse dos seus termos.
E, entrando ele no barco, rogava-lhe o que fora endemoninhado que o deixasse estar com ele.
Jesus, porém, não lho permitiu, mas disse-lhe: Vai para tua casa, para os teus, e anuncia-lhes quão grandes coisas o Senhor te fez, e como teve misericórdia de ti.
E ele foi, e começou a anunciar em Decápolis quão grandes coisas Jesus lhe fizera; e todos se maravilharam. - Marcos 5:15-20


É isso. Essa é a nossa mensagem de hoje:

Não importa qual a prisão, o problema ou situação difícil que o inimigo insiste em usar para nos amarar, aprisionar, humilhar e, principalmente, para nos afastar do nosso Deus, nós não podemos nos esquecer jamais que, o nosso Deus, o Senhor Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus, o nosso Deus uno e trino, Ele é o único que realmente pode nos Salvar e libertar. Ele é o único que tem a força e o poder para destruir todas as armadilhas e prisões desse mundo tomado pelo pecado. Só Ele pode nos libertar de todas as nossas dores e sofrimentos.


Amém e graças a Deus.  Fique na paz do Senhor Jesus Cristo.

PESQUISAR NESTE BLOG

Carregando...

GRÁTIS - MENSAGENS DE FÉ NO SEU E-MAIL

VEJA TAMBÉM

COMO COLAR?

CURSOS GRATUITOS

JUNTE-SE A NÓS NO G+

SIGA-NOS E RECEBA AS NOSSAS ORAÇÕES

Translate

CURSOS GRATUITOS