Mensagens da palavra de Deus - mensagem sobre José do Egito


Jacó habitava na terra das peregrinações de seu pai, na terra de Canaã.
2 Estas são as gerações de Jacó. José, aos dezessete anos de idade, estava com seus irmãos apascentando os rebanhos; sendo ainda jovem, andava com os filhos de Bila, e com os filhos de Zilpa, mulheres de seu pai; e José trazia a seu pai más notícias a respeito deles.
Israel amava mais a José do que a todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice; e fez-lhe uma túnica de várias cores.
4 Vendo, pois, seus irmãos que seu pai o amava mais do que a todos eles, odiavam-no, e não lhe podiam falar pacificamente.
José teve um sonho, que contou a seus irmãos; por isso o odiaram ainda mais.
6 Pois ele lhes disse: Ouvi, peço-vos, este sonho que tive:
7 Estávamos nós atando molhos no campo, e eis que o meu molho, levantando-se, ficou em pé; e os vossos molhos o rodeavam, e se inclinavam ao meu molho.
8 Responderam-lhe seus irmãos: Tu pois, deveras reinarás sobre nós? Tu deveras terás domínio sobre nós? Por isso ainda mais o odiavam por causa dos seus sonhos e das suas palavras.
9 Teve José outro sonho, e o contou a seus irmãos, dizendo: Tive ainda outro sonho; e eis que o sol, e a lua, e onze estrelas se inclinavam perante mim.
10 Quando o contou a seu pai e a seus irmãos, repreendeu-o seu pai, e disse-lhe: Que sonho é esse que tiveste? Porventura viremos, eu e tua mãe, e teus irmãos, a inclinar-nos com o rosto em terra diante de ti?
11 Seus irmãos, pois, o invejavam; mas seu pai guardava o caso no seu coração.

Genesis 37:1-11


José tinha somente dezessete anos de idade, O seu Pai o amava mais do que aos outros irmãos, Ele trazia notícias más dos seus irmãos. Essa é uma informação que nos permite concluir que os irmãos de José não faziam coisas agradáveis ao Pai. Esse fato nos indica que José andava junto com o Pai, ele Também caminhava de braços dados com a verdade, tanto que o seu Pai o havia honrado com uma vestimenta diferenciada. Isso em parte, não só por causa do carinho especial que Jacó tinha por ele, o filho da sua velhice, mas também por que José tinha uma personalidade e um caráter que agradava ao Pai.

José era um jovem simples, trabalhador, amável, pacifico, não guardava mágoas e era sincero de coração, pois mesmo sabendo que os seus irmãos não se agradavam muito com a presença dele, ele não se deixava abater, e tentava manter uma boa relação com todos. Isso nós podemos observar quando ele resolveu, mais de uma vez, contar aos seus irmãos o que ele havia sonhado.

Mesmo sabendo que os seus irmãos o odiavam por causa dos privilégios e atenções recebidas da parte do Pai, ele não desanimava e sempre tentava contornar a situação.

Como é o nosso Deus quem sonda os nossos corações, Ele achou graça em José e resolveu abençoá-lo mais ainda. Isso é possível observar pelas promessas que o senhor já havia colocado na vida daquele jovem. Promessas que vieram em forma de sonhos. Deus se comunica com cada um de uma forma muito particular, com José, era por meio dos sonhos.

O episódio do poço simboliza muito bem como os pensamentos humanos são diferentes dos pensamentos de Deus. Aquele episódio que, para nós homens é um sinal de maldição e de abandono, para José foi livramento. Para José foi vida. Pois se ele continuasse ali ao lado dos seus irmãos ele fatalmente iria morrer.

Semelhante ao que tinha ocorrido com o povo de Israel, assim que eles foram libertos da escravidão do Egito eles tiveram que lutar e conquistar durante anos e anos até chegar à terra prometida. Assim acontece com os escolhidos de Deus.  Os escolhidos, os abençoados de Deus, são instruídos e ensinados pelo próprio Deus.

Os caminhos e os instrumentos que o Senhor utiliza para fazer com que a pessoa possa atingir os objetivos e sonhos que Ele preparou para cada um, só o próprio Deus é quem sabe e ninguém mais.

Para que a pessoa possa adquirir esses ensinamentos e o pleno conhecimento dos caminhos e direções que Deus preparou para cada um de nós, só o Pai é quem sabe qual é modo mais adequado. No caso de José, os caminhos escolhidos por Deus foram os da servidão e o da prisão. Caminhos estes que José os acolheu com obediência e resignação e, como todos nós conhecemos o grande final desta história, fizeram com que ele se tornasse um dos grandes homens de Deus do passado.  Tudo isso nos lembra algumas palavras bem marcantes que o nosso Deus nos deixou:

Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará. -Salmos 37:5


21 Disse-lhe o seu senhor: Muito bem, servo bom e fiel; sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.

Mateus 25;21


Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele dito, não o fará? ou, havendo falado, não o cumprirá?

Números 23:19


Mesmo diante de tudo que aconteceu na vida de José do Egito podemos ver que Deus é, e sempre será fiel para cumprir todas as suas promessas nas vidas daqueles que depositam nele a sua confiança, esperança e vida.

Amém e Graças a Deus  

PESQUISAR NESTE BLOG

Carregando...

GRÁTIS - MENSAGENS DE FÉ NO SEU E-MAIL

Postagens populares

COMO COLAR?

CURSOS GRATUITOS

JUNTE-SE A NÓS NO G+

SIGA-NOS E RECEBA AS NOSSAS ORAÇÕES

Translate

CURSOS GRATUITOS