A paciência – Mensagem evangélica da palavra de Deus


Se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens.
Romanos 12:18

Outro dia eu assiti na televisão uma entrevista com um grande jogador de futebol onde ele disse que numa determinada etapa da vida dele, um amigo lhe falou uma frase que foi decisiva para que ele pudesse passar por um período de grande turbulência na carreira dele.

A fase que o amigo havia dito era mais ou menos assim:

“Existem duas coisas muito importantes na vida do ser humano. A primeira é a paciência, a segunda é a memória.
A primeira nos ensina que devemos procurar praticar a paciência (a ciência da paz) sempre, com todas as pessoas, em todos os lugares e em todas as ocasiões, e a segunda é para nos lembrar que sempre devemos procurar praticar a paciência em todos os lugares, com todas as pessoas e em todas as ocasiões”

Se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens.
Romanos 12:18

O texto revelador do Apóstolo Paulo, em outras palavras, está querendo nos dizer:

Se estiver ao nosso alcance...
Se conseguirmos fazer ...
Se depender dos nossos pensamentos, sentimentos, emoções e atitudes devemos ter paz com todos os homens.

Quando é que uma determinada situção depende de nós para que ela tenha paz?
Ás vezes?...Quase nunca?...Sempre?

Todas as situçãos dependem de nós para que a paz seja uma realidade. Acredito que todos nós um dia já ouvimos aquele dito popular que diz que quando um não quer dois não brigam.

Pois é.

Aqui está o grande segredo para que possamos ter paz com todos:

Nós os filhos e filhas de Deus devemos procurar ser sempre a parte que não quer a briga. A parte que não quer guerra. Nós devemos sempre ser a parte que semeia as deliciosas sementes da paz e da harmonia.

Mas alguém pode falar:

Péra aí. Esse negócio é muito dificil. Isso eu não consigo.

Exatamente! É muito dificil mesmo. Seguir a Jesus não é fácil. Ele mesmo disse que nós não haveríamos de encontrar moleza no caminho. Ele mesmo disse que nós não seríamos maiores do que Ele. Se Ele que era abençoado, puro, humilde, manso sofreu daquele jeito  o que dirá de nós que somos tão pecadores.

De maneira nenhuma estamos falando de dar a vida pelo próximo, embora seja isso que o senhor Jesus Cristo disse que deverimaos fazer. Mas como somos ainda grandes pecadores e muito imperfeitos a palavra de Deus está nos chamando a refletir sobre quais são as oportunidades que poderíamos praticar a ciência da paz. Quais são os momentos que podemos fazer a diferença para as nossas vidas e para a vida do nosso próximo.

Vamos ver em quais situações do cotidiano poderímos contar até dez e fazer a coisa de outro modo. De um modo mais pacifico e harmonioso:

No trânsito?
Em casa, com os filhos, com os pais, com os empregados?
Na escola, com os colegas e professores?
No trabalho, no nosso relacionamento com os colegas e com os superiores?  
Na loja, com o vendedor?
No onibús, com o passageiro ao lado?

Todas essas situações e lugares são grandes oportunidades para que nós possamos exercitar a ciência da paz e , depois, cheios de satifação falarmos:

Eu venci a mim mesmo. Eu fiz a coisa de uma maneira diferente. Isso deve dar uma alegria enorme nos nossos corações.

Por isso  a palavra de Deus já nos orienta e nos motiva sobre essa dificil etapa para a nossa verdadeira transformação de vida:

Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é vitória que vence o mundo, a nossa fé. - I João 5:4.

Vencer o mundo significa vencer a carne. Vencer a inclinação natural da nossa carne que é a de xingar, brigar, agredir e a de destruir. É por isso que a palavra de Deus nos orienta de que devamos ter cada vez mais fé para que possamos viver em paz com todos.

Se alguém não tropeça em palavra, esse é homem perfeito, e capaz de refrear também todo o corpo.Tiago 3:2


Melhor é o homem paciente do que o guerreiro, mais vale o que domina seu espírito do que o que conquista uma cidade - Prov. 16:32


Esse deve ser o nosso primeiro grande desafio:
Dominar a nossa linguagem. Dominar a nossa língua, pois é dela que nascem muitas das guerras que observamos por aí.

Se quisermos viver em paz com todos devemos nos esforçar para vivermos primeiro em paz conosco mesmos. Os primeiros passos para essa tão sonhada conquista interior consiste justamente no exercício de dominarmos o nosso ser humano natural que é um briguento e guerreiro e, ao contrário das armas do mundo, armá-lo com a espada do Espírito Santo de Deus.

Com a sabedoria de Deus
Com a ciência de Deus
Com a verdadeira paciência que vem do coração do nosso Deus de amor

Fique na paz do Senhor Jesus Cristo.

GRÁTIS - MENSAGENS DE FÉ NO SEU E-MAIL

PESQUISAR NESTE BLOG

Carregando...

SIGA-NOS E RECEBA AS NOSSAS ORAÇÕES

CURSOS GRATUITOS

Translate