A Rainha Ester - Mensagem da Palavra de Deus

A Rainha Ester

É verdade que o livro de Ester não menciona o nome de Deus, mas nem por isso deixamos de ver a poderosa mão do Senhor dirigindo os acontecimentos.

Quando Ester soube que seu povo seria destruído, caso ela não fosse falar com o rei, pediu ao primo, Mordecai, que era também seu pai adotivo (Et 2:7, BV), que ajuntasse a todos os judeus de Susã e jejuassem por ela durante três dias, enquanto ela e suas servas fariam o mesmo. Apesar de o texto não falar em oração, é certo que eles oraram e clamaram a Deus para que eles pudessem ter sabedoria para agir e para que Deus os livrasse daquela terrível  perseguição.

Por que será que Ester não abriu o jogo para o rei logo de início, e, em vez disso, convidou-o para um banquete? Afinal, o rei já lhe havia estendido o cetro em sinal de aceitação. Inclusive, já lhe havia perguntado qual era a sua petição, pois sabia que ninguém arriscaria a vida indo à sua presença sem a sua autorização caso não fosse algo muito sério ou grave. E ela o convidou para um outro banquete, sem nada lhe revelar. É impressionante como  a Rainha Ester agiu com ponderação, calma e ausência de impulsividade. 

Naquela noite, entre um banquete e outro, o rei não conseguiu dormir. Inquieto, pediu que lhe trouxessem as crônicas do reino e que alguém as lessem para ele. Leram exatamente sobre a conspiração levantada por dois eunucos, Bigtã e Teres, para o matar. A trama foi descoberta por Mordecai e levada ao conhecimento do monarca. Ambos foram mortos.

Depois, o rei perguntou: “Que honras foram dadas a Mordecai”? Nesse ínterim, alguém entrou no pátio e o rei perguntou: “Quem está aí?” [...] “Hamã”, responderam. “Mande-o entrar”, ordenou. Então, Assuero lhe perguntou: “O que se fará ao homem a quem o rei deseja honrar?” Hamã, no seu egoísmo, deu as melhores sugestões pensando que ele seria a pessoa honrada. o que hamã jamais poderia imaginar é que, o seu grande desafeto, o judeu fiel a Deus, Mordecai, é quem receberia dele próprio, Hamã, muitas  e muitas honrarias.

Imaginemos como Hamã deve ter se sentido quando teve que conduzir pelas ruas de Susã, montado a cavalo, Mordecai, a pessoa que ele mais odiava e para quem já havia preparado uma forca. Agora, era obrigado a anunciar ao povo em alta voz: “Assim se faz ao homem a quem o rei deseja honrar.” é assim que o nosso poderoso Deus procede com aqueles que o amam. Aos seus amados o nosso Senhor, os livra das armadilhas do inimigo e os recompensa até mesmo enquanto eles dormem. 

Graças a sabedoria da Rainha Ester, o Rei Assuero foi levado a honrar o fiel Mordecai e o povo judeu foi liberto da perseguição imposta pelo terrível Hamã que teve o destino merecido justamente na própria armadilha que ele havia feito para o justo de Deus, Mordecai. Os que esperam no Senhor jamais serão decepcionados!

“Espera no Senhor, anima-te, e Ele fortalecerá o teu coração; espera, pois, no Senhor” - Sl 27:14

GRÁTIS - MENSAGENS DE FÉ NO SEU E-MAIL

PESQUISAR NESTE BLOG

Carregando...

SIGA-NOS E RECEBA AS NOSSAS ORAÇÕES

COMO COLAR?

CURSOS GRATUITOS

Translate